quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher



Dia Internacional da Mulher é celebrado em 8 de março. A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu no final do Século XIX e início do século XX nos Estados Unidos[1] e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalhode direito de voto. Em 26 de agosto de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas em Copenhaga, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs a instituição de uma celebração anual das lutas por direitos das mulheres trabalhadoras.  (Wikipédia)

LUTAS ! LUTAS!

Não me sinto uma mulher oprimida, nem inferiorizada, nem desrespeitada pela sociedade. A educação que minha mãe me deu me fez ser o que sou, uma mulher forte, independente, com auto-estima, capaz de realizar qualquer função ou tarefa (mesmo sendo ela considerada para "homens), não me acho um ser especial sou apenas mais um ser humano com qualidades e defeitos, nem superior e nem inferior a ninguém.

Não gosto de feminismo, da mesma forma que abomino o machismo. Duas formas de querer se exaltar suas diferenças, enaltecer predicados o que não leva nada a nenhum lugar. Somos feitos em pares e com diferenças para nos complementar.

Respeito, espaço, palavra, igualdade nós conquistamos e não só nós mulheres precisamos conquistar isso, qualquer pessoa. Minhas ex-colegas de Polícia hão de concordar comigo, em nossa sala de ACADEPOL mais de 30 homens e 4 mulheres. Nunca fomos hostilizadas, nunca fomos tratadas de forma diferente, conquistamos o nosso espaço pra ser o que queríamos ser. E quantas mulheres pelo mundo assumem cargos ditos masculinos.... conquistam por seu méritos e não por ficar bravando em redes sociais que o mundo só da vez para os homens.

As mulheres reclamam de serem vistas como objetos sexuais, mas cada vez mais vemos mulheres morrendo, tendo sérios problemas se sujeitando a plásticas desnecessárias, inserindo substâncias ofensivas ao corpo, se vestindo de maneira vulgar e não é pra se sentir bem, mas pra atrair os olhares masculinos. Se pensarem nesse mundo do funk onde elas são chamadas de cadelas e pra nossa vergonha se comportam pior que as cachorras. 

Agora to vendo aqui que tá tendo manifestação na Av. Paulista....


Não! Vocês não me representam!

O que tenho visto nessas manifestações é isso, peito de fora, mulher urinando na frente dos outros, o por vezes tenho que olhar bem pra ver se é uma mulher mesmo, porque fora os seios fica difícil atribuir outro traço feminino.

Os homens que oprimem, estupram, batem, são filhos de uma mulher. Agora vão torcer o nariz e dizer que estou louca, mas quem cria esses homens abusivos são as mulheres. Quem cria mulheres que se deixam ser abusadas, são mulheres.

Luta, luta, luta, saem na rua bravejam, queimam sutiãs..... ACORDEM.... a mudança começa em casa.... COMO VOCÊ EDUCA SEUS FILHOS????

Seu filho te respeita, respeita as amiguinhas de escola? Ou ele te vê falando para o pai "olha aquela piranha que tá olhando pra você?" Ou ainda ele te vê apanhando e aceitando ser xingada?

O que você diz para sua filha, será que você sugere a ela fazer ballet ao invés de futebol?

A mulher tem o poder de mudar o mundo e não é indo as ruas, mas mudando seu pequeno mundo, o que está a sua volta, criando seus filhos para serem pessoas melhores. As crianças não nascem com preconceito, se achando superiores as outras essas coisas elas aprendem com os adultos, com a educação que tem em casa e mais ainda com o convívio. 

O primeiro passo nessa questão vem de dentro. SOU MULHER, sou capaz, devo ser respeitada, ter meu espaço, ser um ser humano igual a um homem.... você tem que ACREDITAR nisso.

Sejamos Cleópatra, um dos personagens mais importantes do mundo antigo, que nem sabia o que era feminismo. 

Sejamos Maria, capaz de ser mãe, ser forte, suportar a dor do mundo e ser grandiosa no coração.

Sejamos heroína como Joana D'arc, corajosa como Anita Garibaldi, brilhantes como Marie Curie, desbravadoras como Valentina Tereshkova.... são muitos nomes.... não chegaríamos ao fim desse blog se fosse citar todas....

Sejamos mulheres que acreditam antes de tudo em si mesma.... nós temos o poder de transformar...